Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
1
2
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
26
27
28
29
30
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > O Projecto > Rádio-Tracking
imprimir

Rádio-Tracking
Seguimento por radio-tracking de Pterodroma feae, Bulweria bulwerii, Puffinus assimilis, Oceanodroma castro, Sterna dougallii nos Arquipélagos dos Açores, Madeira e Berlenga

As aves serão seguidas no mar durante os seus movimentos fora das colónias de nidificação, sendo a sua localização georeferenciada obtida pelos sinais emitidos pelos transmissores. A informação assim recolhida será integrada numa base de dados com recursos a Sistemas de Informação Geográfica. Serão colocados cerca de 150 aparelhos em aves capturadas nas colónias de reprodução, as quais serão seleccionadas de acordo com a facilidade de acesso e de seguimento das aves nas colónias.

As colónias e o número de aves serão definidos com as entidades competentes no seio das reuniões previstas no projecto e sujeitas a parecer dos consultores do projecto.

De forma geral foram planeadas da seguinte forma:
  •  20 Pterodroma feae – Bugio, Ilhas Desertas, Arquipélago da Madeira ;
  •  20 Bulweria bulwerii – Ilhas Desertas ou Ilhas Selvagens, Arquipélago da Madeira;
  •  40 Puffinus assimilis – 20 indivíduos nas Ilhas Desertas ou Ilhas Selvagens, Arquipélago da Madeira e 20 indivíduos nos ilhéus do grupo Central ou Ocidental dos Açores;
  • 50 Oceanodroma castro - 20 indivíduos nas Ilhas Desertas ou Ilhas Selvagens, Arquipélago da Madeira, 20 indivíduos do grupo Central ou Ocidental dos Açores e 10 indivíduos nos Farilhões, Arquipélago das Berlengas;
  •  20 Sterna dougallii nos ilhéus do Arquipélagos dos Açores, de acordo com ocorrência da espécie para os anos de trabalho.

O seguimento das aves será realizado com recurso a embarcações de pesca e ao uso de aviões, durante parte do ciclo de reprodução de cada espécie.

Esta acção vai permitir conhecer as áreas de distribuição no mar das espécies-alvo do projecto, durante a época de reprodução, através dos mapas de distribuição obtidos a partir das localizações de indivíduos marcados.





voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com