Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
 
2
3
4
5
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
23
24
25
26
28
 
 
 
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Aves Marinhas > Gaivota-de-audouin
imprimir

Gaivota-de-audouin
Gaivota de Audouin - Larus audouinii

Reprodução
A época de reprodução inicia-se com as paradas nupciais e o estabelecimento de casais desde meados de Março a meados de Abril. As posturas, que variam de 1 a 4 ovos dão-se em Abril/ Maio e a maioria dos juvenis eclode em finais de Maio. Os juvenis abandonam os ninhos a partir do final de Junho.

Distribuição e tamanho populacional
A Gaivota de Audouin ocorre como nidificante maioritariamente no Mediterrâneo tendo iniciado recentemente a nidificação em Portugal, invernando sobretudo na costa NW Africana até à Senegâmbia.

Identificação
É uma Gaivota de tamanho médio que se distingue das espécies mais parecidas pelo seu bico vermelho-escuro (parece preto à distância), pela íris escura, pelas patas cinzentas-escuras ou acinzentadas e pelo tons cinzento muito claros da parte superior da plumagem.

Habitat
No geral frequenta costas e ilhas rochosas ou praias arenosas, nidificando isoladamente ou colónias em locais com pouca perturbação, sejam pequenas ilhas rochosas ou zonas estuarinas.

  • Conservação
Ameaças
As principais ameaças a esta espécie são a degradação dos seus habitats, a alteração das praticas tradicionais de pesca e a competição com a Gaivota-de-patas-amarelas. A perturbação nas suas colónias de reprodução, seja indirecta pela presença humana, ou directa pela predação causada por animais domésticos e assilvestrados é também um factor que contribui para a Vulnerabilidade desta gaivota.

Estado de conservação e instrumentos legais de protecção
A Gaivota de Audouin possui um estatuto de conservação de Quase Ameaçada. Está presente no Anexo I da Directiva Aves e no Anexo III da Convenção de Berna. Uma área significativa do seu habitat está incluido no Anexo I da Directiva Habitats. Em Portugal, é considerada Vulnerável segundo o Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal.

Estado actual do conhecimento em Portugal

Existem alguns trabalhos não publicados sobre biologia de reprodução e censos da população nidificante em Portugal. A SPEA coordena actualmente um projecto que visa o estudo mais aprofundado desta espécie. Não existem dados disponíveis sobre a sua distribuição no mar ao longo do ano.




voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com